quinta-feira, setembro 10, 2009

A poesia é para os fracos

copyright: DeviantArt
A poesia é para os fracos

Para aqueles que pensam em fazer
em vez de fazer
Para os que com medo de ser magoados
preferem ter mágoas sozinhos
Para quem não quer ser feliz
porque é efémero
(por um só momento, ah, mas que momento!)
Para quem gosta de olhar sem tocar,
tocar sem falar, falar sem olhar

Como se a caneta com que escrevo pudesse beijá-lo...
Quantos beijos não dados cabem neste poema?

Sara C.

3 comentários:

Rute disse...

: )

Gostei e, por isso, levei para o meu cantinho virtual. Consagrou-se no # 106.





E, senti-me mais forte quando terminei de lê-lo.

kelita disse...

muito bom!!!! o poema fez-me reflectir... mas assim de imediato, fiquei com vontade de atirar-me ao Sam Winchester e beijá-lo intensamente... ok.. como fazer com personagens de uma série de televisão?! aaaaaaaaaaaaaaaaaah!

fecho os olhos... respiro fundo...









hihihihihihihihihihihihhihi....
Sam....



(LOOOOOOOOOOOOOL. ah ya! quantos beijos cabem no poema?! hum.. o poema é pequeno... looooool. eu sei.. eu sei a resposta: muitos beijos!

bjs

Marquinho disse...

PERFECT... MARAVILHOSO... BEAUTIFUL...

www.grandedicas.blogspot.com