segunda-feira, maio 15, 2006

As Resoluções de Maio - mais vale tarde do que pró ano

Apercebi-me há bocadinho, enquanto tomava um dos meus dez duches diários (olha o mito a criar-se…) que este ano, contrário ao que é meu costume, não fiz resoluções de ano novo. Ohhhh. Estava demasiado ocupada a fugir de familiares que me queriam enfiar passas pela garganta abaixo, e por isso passou-me um pouco ao lado. De qualquer modo, a minha memória pode ter um lapso momentâneo, mas volta sempre (ou pelo menos, é nisso que gosto de acreditar.) Por isso, aqui vão:
1. Deixar de roer as unhas (mais um ano - meio ano, de facto, mais uma voltinha)
2. Não deixar as coisas para a última (ah ah, piadinha…)
3. Tocar violino todos os dias (até os dedos me caírem… pois sim, ‘tá claro)
4. Evitar a vida sedentária (cf. Post sobre as séries da minha vida…)
5. Não entrar depressão profunda por motivos insignificantes, como por exemplo, a gordura invernal que se acumulou na minha barriga, a inexistência de uma vida emocional verdadeiramente interessante ou o facto de não encontrar sapatilhas que reflictam o meu verdadeiro Eu.
6. Evitar as compras compulsivas (boa altura para abrir uma Fnac perto de mim…)
7. Aumentar consideravelmente a minha cultura fílmica, vendo o máximo de filmes que possa (como isto entra em directa oposição com a resolução 4, só comprando um leitor de DVDs portátil, todo o terreno e resistente à água…)
8. Em vez de me irritar e deprimir com as coisas, fazer algo de facto para as mudar (se quero bolo de chocolate, ir à loja em vez de ficar a chorar no sofá por não ter)
9. Ler por prazer, e o ler por obrigação, transformá-lo em prazer (pôr o meu menino fetiche do momento a tocar para mim, em shorts pretos justos, enquanto leio livros sobre o pendor artístico da arte e a história do cinema do Zimbabwe - hum, é melhor minimamemte vestido, pra não me distrair - de peúgas e shorts)
10. Actualizar o blog com a máxima frequência possível, utilizando-o para actividades de divulgação cultural e educação artística, em vez de cultivar um lado umbiguista falando de amigos comuns e mandando para o ar private jokes - sobretudo aquelas que só eu percebo, como a referência às peúgas da resolução anterior)
11. Engatar um estudante de Medicina que me garanta um futuro sem preocupações económicas - de preferência que pretenda tirar a especialidade de Cirurgia Plástica, para juntar o útil ao agradável.
12. Cultivar a minha inteligência a todos os níveis; na eventual impossibilidade, arranjar pessoas que me façam sentir intelectualmente superior e passar mais tempo com elas, através de um part-time como baby-sitter.

2 comentários:

SiNiNhO disse...

ufa...

kelita disse...

hum! já passou um mês... já conseguiste fazer alguma delas?
força aí estamos contigo (embora nem todos acreditem no Pai Natal, acreditamos que vais conseguir.
ass. kel e lilia